top of page
  • mircentrosulonline

Irrepreensíveis no Espírito, Alma e Corpo


“Espírito, alma e corpo, plenamente conservados irrepreensíveis até a vinda do Senhor Jesus.” (I Tessalonicenses 5:23)


Todo filho de Deus recebe essa chamada. E nós, como líderes, temos essa convocação para andar de forma irrepreensível, dando bom testemunho e honrando o Nome do Senhor. estamos caminhando rumo a uma conquista e não podemos subestimar o que Deus está nos entregando.


Como poderemos ganhar uma cidade, um estado, uma nação se o nosso compromisso de Reino está com tantas coisas que impedem essa conquista? Ser irrepreensível é um desafio tridimensional, uma tríade de chamada que nos deixa extremamente comprometidos. Se não entendermos o nível de conquista que estamos visualizando, será impossível alcançar o compromisso de unidade e responsabilidade que nos foi confiado.


LÍDERES CURADOS


Nunca seremos totalmente curados, mas não é por isso que vamos andar sem responsabilidade diante da missão que recebemos do Senhor. Ministramos incessantemente essa palavra ao nosso povo e muito nos surpreendemos em meio ao caminho, pois percebemos que muitos ainda caminham por motivações equivocadas.


Claro que muitas mudanças já aconteceram, mas é notório também que, em meio a esse processo, muitos não suportaram o treinamento. Nós estamos vivendo, mais que nunca, um tempo em que ser irrepreensível é fator fundamental para que possamos dar continuidade à caminhada. Quem está de fora, principalmente na família e os discípulos, nos observam e esperam de nós essa posição de sermos líderes irrepreensíveis.


O discipulador ensina que o discípulo tem que ser irrepreensível e o discípulo, por sua vez, espera o mesmo caráter do discipulador. É uma exigência honesta, é o caráter sendo provado. Que nível de conquista teremos se não houver essa reciprocidade? Precisamos treinar a nossa mente, pois ser irrepreensível é a obediência da fé.


Não há como alguém dizer que tem fé e viver de forma irresponsável, sem estar atento às instruções da Palavra. Queridos, a Igreja de Jesus é chamada à aliança, é chamada para ser irrepreensível. Não podemos viver trabalhando por religião, precisamos crescer em relacionamento e mergulhar em Deus.


Ser um líder curado não é ser um líder perfeito, mas é buscar andar diariamente em santidade, alcançando níveis de restauração e restituição na alma. Essa unidade no espírito, alma e corpo fala exatamente da essência do ser. Nós somos trinos, temos um espírito, possuímos uma alma e habitamos num corpo.


O homem, por ser essa obra magnífica, criado pela mão de Deus, precisa valorizar o que Deus entregou em suas mãos. Um espírito recriado: Novo nascimento. Uma alma restaurada: A mente de Cristo. Um corpo restituído: Os valores éticos e morais devolvidos.


CAMINHANDO NA LIDERANÇA EM NÍVEIS DE ALIANÇA


Quando Deus chamou os patriarcas, exigiu aliança (Gênesis 28:20-22). Quando Deus chamou os profetas, exigiu aliança (I Samuel 3:19 / Isaías 6:5-8 / Jeremias 1:5). Do grande libertador Moisés, foi exigida a aliança de libertar o povo de Deus, e do povo fazer alianças com Deus e com Moisés (Êxodo 3). Os sacerdotes foram convocados à aliança; os discípulos de Jesus e os apóstolos foram chamados a alianças (Mateus 28:19,20 / Lucas 22:19,20). O próprio Jesus não andou sem aliança.


A aliança não é uma carga, é proteção e segurança. No grego, aliança é dietikê, que quer dizer deixar fluir a vida. no hebraico, é berith que quer dizer deixar, derramar sangue por. Os dois significados são muito fortes: Fluir a vida e pacto de vida, ou seja, derramamento de sangue. O êxito do seu ministério, da sua liderança está na aliança. Todo líder comprometido tem por detrás de si uma aliança.


Só os rebeldes não gostam de aliança, pois querem andar sozinhos para não prestar contas e realizar o que desejam, porque a aliança não trabalha sem conselho. Porém, o destino desses, segundo a Palavra, é caminhar sozinho e solitário e ir para um deserto onde não terão família. “Deus faz que o solitário viva em família; liberta os presos e os faz prosperar; mas os rebeldes habitam em terra árida.” (Salmos 68:6)


Jesus fez um pacto e pelo Seu sangue uniu os povos e deixou fluir a Sua vida por amor das gerações. Somos fruto dessa aliança de vida e desse derramamento de sangue. “...e sem derramamento de sangue não há remissão de pecado.” (Hebreus 9:22). Vendo que essa aliança em Cristo nos traz vida e faz jorrar a cobertura do Seu sangue sobre nós, a Palavra nos adverte que o sangue de Jesus Cristo, o Filho, nos purifica de todo o pecado. A aliança é para nos proteger no espírito (Santidade), na alma (Restauração) e no corpo (Restituição).

21 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

コメント


Em construção
bottom of page