top of page
  • mircentrosulonline

MIR Centro-Sul promove primeiro casamento coletivo do ano


O mês de Maio, considerado mês das noivas, encerrou com o casamento coletivo de oito casais nesta quarta-feira (31), dentro da programação do Seminário de Cura nas Emoções Familiares, realizado pela Rede da Família. Antes, os noivos passaram por uma preparação na Clínica Conjugal que durou quase quatro meses.


Essa atividade oferecida pelo MIR Centro-Sul, localizado na Praça 14, zona Centro-Sul de Manaus, acontece desde 2012 com pelo menos duas edições ao ano. Em 2022 foram realizados três casamentos coletivos. A Clínica Conjugal é coordenada pelos pastores Francinilda e Demétrio Lopes e é uma forma dos casais que já vivem juntos regularizarem a situação matrimonial perante Deus e os homens. Além da cerimônia religiosa, os noivos também casam no civil.


É o caso da Pedagoga Marta Castelo Branco, 56 anos, ela “vivia junto” há 28 anos com o noivo Valderedo Frazão e tentou casar muitas vezes ao longo dessas quase três décadas. “Todas às vezes que a gente tentava casar não dava certo. Em 2017 eu comecei a fazer um propósito aqui na igreja. Foram três propósitos que fiz com Deus aqui: Dois eu já tinha alcançado e agora esse é a último, e foi o mais difícil, afirma a pedagoga.


Ainda de acordo com ela, nos primeiros meses de 2023, começou a frequentar uma célula e recebeu a profecia dos apóstolos para este ano que foi liberada na vida igreja: Aceleração, como descreve a palavra em Amos 9:13-15. “Eu tô vivendo aceleração esse ano de 2023. Foi tudo rápido e hoje é um milagre subir no altar, o meu maior sonho”, ressalta Marta.


O testemunho de Marta é um dos muitos que já ao longo dessas edições do casamento coletivo. De acordo com o coordenador da clínica conjugal, Pr. Demétrio Lopes, nesta primeira clínica de um casal já estava à ponto de separação. Muitos chegam desmotivados e sem esperança de uma família plena em Cristo. “Depois de passar por aulas e ensinamentos por princípios bíblicos, eles se reconciliaram e nesta quarta-feira-feira subiram ao altar, confirmando a aliança perante Deus e os homens”, afirma Demetrio.


A cerimônia de casamento coletivo recebe em toda edição uma decoração especial. Momento em que os noivos podem convidar famílias para testemunharem o “SIM” tão esperado. Um tapete vermelho é colocado no templo também. Os noivos entram ao som da marcha nupcial.



Para o presidente do MIR Centro-Sul, apóstolo Arão Amazonas, o casamento coletivo que é oferecido pela igreja, é preparado com muito carinho para os noivos, como se eles estivessem preparando a própria cerimônia. “Aqui, a diferença é que eles são surpreendidos com tudo, do cerimonial ao bolo, onde eles têm a oportunidade de tirar fotos desse momento inesquecível”, afirma o apóstolo.


Ainda segundo o apóstolo, os noivos que subiram ao altar após passarem por um tempo de treinamento onde aprenderam os sistemas de formação das famílias e padrões de relacionamento", ressalta


“Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém separe". Mateus 19:6





FAÇA PARTE DESTA GRANDE OBRA!!!



Doações


Pix: online@mircentrosul.com

Banco: Banco do Brasil (001)

Agência: 4218-8

Conta Corrente: 1.212-2


Acesse nosso site e fique por dentro de tudo o que acontece: mircentrosulonline.com


Visite nossas Redes Sociais:

Instagram: @mircentrosul

Youtube: @MIRCENTROSUL

Facebook: mircentrosul


Cadastre-se como Membro Online do MIR Centro-Sul: https://www.mircentrosulonline.com/membro-online

177 visualizações
Em construção
bottom of page